Enem pode ser usado para entrar em universidades de Portugal; veja a lista de instituições

O Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) comunica que as pessoas que fazem a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem usar a nota para pleitear uma vaga em universidades portuguesas.

A oportunidade é possível graças a um convênio assinado pelo Inep com a Universidade Europeia, que pertence ao Laureate International Universities, que é considerado o maior grupo de ensino superior de todo o mundo.

São 37 universidades de Portugal que aceitam as notas do Enem como parte do seu processo seletivo. Dentre elas: Instituto Politécnico de Viseu; Instituto Politécnico de Santarém; Universidade de Lisboa; Universidade do Porto; Instituto Politécnico de Guarda;Universidade dos Açores; Universidade Portucalense; Instituto Universitario da Maia; Instituto Politécnico da Maia; Escola Superior de Saúde do Alcoitão; Universidade Lusíada; Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário; Universidade da Madeira; Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.

As notas do Enem poderão ser usadas também para pleitear uma vaga nas seguintes instituições: Universidade do Minho; Instituto Politécnico de Setúbal; Instituto Politécnico de Bragança; Instituto Politécnico de Castelo Branco; Universidade Lusófona do Porto; Universidade Católica Portuguesa; Universidade Fernando Pessoa; Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Universidade de Coimbra; Universidade de Algarve; Instituto Politécnico de Leiria; Instituto Politécnico de Beja; Instituto Politécnico do Porto; Instituto Politécnico de Portalegre; Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Instituto Politécnico de Coimbra; Universidade de Aveiro;Universidade da Beira Interior;Sociais e da Vida; Instituto Leonardo da Vinci; Universidade Lusíada-Norte; Escola Superior de Enfermagem de Coimbra; Escola Superior Artística do Porto e Universidade Europeia.

De acordo com notícias publicadas pelo Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, as oportunidades são para diversas áreas como: comunicação, direito, psicologia, desporto,marketing, informática, gestão, recursos humanos, tecnologias, entre outros.

Esse convênio abre as portas também para estudantes que tenham interesse em fazer mestrado ou doutorado fora do país. Até o momento, segundo o Inep, aproximadamente 1200 brasileiros já estão estudando no Laureate International Universities graças ao convênio.