Gastos dos brasileiros no exterior é menor em 2018, revela Banco Central

O Banco Central divulgou no dia 28 de janeiro de 2019 que o total de gastos de brasileiros com produtos e serviços no exterior chegou a um total de US$ 18,263 bilhões em 2018. O resultado obtido para o período é considerado baixo quando comparado com outros anos. Em 2017, por exemplo, as notícias divulgadas na época destacavam gastos de US$ 19,002 bilhões. Os dados mais atuais mostram um recuo de 3,88% em relação aos gastos dos brasileiros no exterior.

Embora os dados mostram uma queda, esse resultado é bastante positivo para o Brasil, pois isso significa que os brasileiros deixaram de gastar no exterior para utilizar recursos existentes no país. Há ainda outros dados divulgados pelo Banco Central que também destacam um bom cenário para a economia brasileira. Também em 2018, os estrangeiros que vieram ao Brasil gastaram US$ 5,917 bilhões, o que demonstra um crescimento considerável em comparação com 2017, quando o Brasil registrou US$ 5,808 bilhões em gastos de estrangeiros.

O principal fator para que os gastos dos brasileiros reduzissem no exterior foi a alta do dólar em 2018, que chegou a quase 17% de crescimento no acumulado do ano. De acordo com o BC, essa redução dos gastos dos brasileiros em compras no exterior ocorreu no mesmo período em que a moeda norte-americana valorizou em 2018, indicando essa valorização como o fator mais impactante para a redução.

Isso porque com o dólar em alta, as viagens e os serviços adquiridos no exterior ficam muito mais caros para os brasileiros. Esse fator reflete em diversos aspectos, como passagens, despesas com alimentação, despesas com hotéis, entre outros itens de viagens que percebem os efeitos de uma moeda mais cara.

Já o contrário disso também é observado, ou seja, os estrangeiros conseguem vir ao Brasil mais facilmente considerando que a nossa moeda perdeu valor em relação ao dólar. Por isso o aumento dos gastos de estrangeiros no país também pode ser explicado com a alta do dólar em 2018.

O Banco Central também revelou que a economia brasileira mostrou um crescimento significativo em 2018, o que impediu que a queda dos gastos dos brasileiros no exterior fosse maior. Essa alta da economia do país pode ter feito com que muitos brasileiros viajassem para o exterior. Se não fosse por esse fator, o recuo nos gastos dos brasileiros poderia ter sido ainda maior.