Pop-ups: Como aumentar a eficiência

Segundo as estatísticas, 96% das visitas não terminam com a ação de destino. Os usuários entram, estudam as páginas do site e saem. Os otimizadores podem apenas adivinhar por que aconteceu, se o usuário recebeu o que queria, o que não lhe convinha, por que ele saiu e não o comprou.

Os pop-ups podem mudar fundamentalmente a situação: aumentar a conversão dos negócios online, concluir uma venda, obter o contato do usuário. Nós descobrimos quais pop-ups funcionam, por que são eficazes e fornecemos uma lista de verificação das janelas corretas.

Os usuários simplesmente abandonam os sites. Eles não podem ser parados. Existem várias razões para isso: o usuário não estava interessado na proposta, a página não respondeu à pergunta (baixa relevância), o usuário se distraiu com algo, a página não foi otimizada para um dispositivo móvel, o usuário recebeu o que queria, mas seu objetivo não coincide com o objetivo da página.

Independentemente do motivo pelo qual o visitante sai, a janela pop-up se torna uma ferramenta para reter e devolver o usuário ao site. Mesmo a janela pop-up mais correta não reterá ou retornará o usuário se o site for de baixa qualidade ou não proporcionar economia.

Por que os pop-ups funcionam? Hoje, o usuário tem muitas opções disponíveis, muitas opções para comparação; não importa se é uma experiência online ou offline. As lojas online oferecem filtros para simplificar a pesquisa do produto certo, mas o uso de filtros geralmente deixa o usuário com muitas opções. Quando o cérebro está sobrecarregado com informações e notícias, ele escolhe a solução mais simples e rápida – sair.

Os pop-ups assumem a função de um vendedor educado que oferece ajuda no lugar certo, na hora certa. Eles concentram a atenção do usuário em uma proposta ideal e simplificam a tomada de decisão.

A técnica da repetição – Uma janela pop-up aumenta a frequência da mensagem. Acredita-se que o usuário deva ver a oferta várias vezes antes de executar a ação de destino. O número mágico é 7. Nesse caso, os pop-ups também funcionam a longo prazo. Mesmo que o usuário não execute a ação desejada agora, sua proposta será armazenada na memória. O usuário lembrará exatamente sobre o seu site no momento da necessidade.

Como aumentar efetivamente a conversão?

Todo otimizador deve conhecer os métodos básicos de como aumentar efetivamente a conversão. Nesta revisão, fornecemos métodos básicos, eles são seguros e não prejudicam o site de forma alguma. No entanto, eles exigem testes e análises. Eles não levam à subsidência das posições do site, à saída de tráfego e a um aumento na taxa de falhas.

Simplifique o processo de compra – A interação do usuário com o site deve ser a mais simples e direta possível. O usuário não deve estar se perguntando: é possível comprar mercadorias do site (existem sites em que há dúvidas sobre que tipo de site é: uma loja online ou um site de notícias). O processo de compra deve ser intuitivo e óbvio. E lembre-se, a compra deve ocorrer em um número mínimo de cliques.

Aponte o usuário para cada próxima ação – com a ajuda de dicas, guie o usuário com precisão para concluir a compra. A ação de destino (botão CTA) deve se destacar entre outras opções possíveis para sair da página.

Não ofereça muitas opções ao usuário – caso contrário, você encontrará o paradoxo da escolha: quanto mais opções o usuário receber, maior a probabilidade de o usuário não fazer nada. Uma ampla seleção paralisa as decisões. Se o site oferecer uma grande variedade de produtos, forneça aos usuários filtros de alta qualidade, para que o usuário possa filtrar os produtos mais apropriados para sua finalidade e gerar economia de tempo.

Reduza ao máximo os formulários de autorização e pedido – quanto menos campos no formulário, maior a probabilidade de o usuário preenchê-lo. Implementar a possibilidade de autorização através de redes sociais populares. Não peça informações que você definitivamente não precisa solicitar: educação, status social, nível de renda, número de telefone residencial / comercial, e-mail corporativo.

Perceba a possibilidade de comprar sem registro nos negócios online: compre sem registro, indicando apenas o número de telefone / e-mail e nome, ou registre-se e torne-se um cliente regular (é importante especificar exatamente quais benefícios o registro oferece). Por exemplo: compre sem desconto ou cadastre-se e economize X%.

Descrições corretas do produto – A descrição do produto deve responder às perguntas básicas do usuário e fornecer a ele motivadores suficientes para tomar uma decisão. A página do produto, além da descrição, deve conter uma revisão em vídeo, imagens de diferentes ângulos e análises de usuários. Conteúdo adicional compensará a falta de informações na descrição do produto.

Principais dicas para melhorar a navegação, o envolvimento e os fatores comportamentais

Um artigo, uma descrição de um produto ou serviço pode não ser suficiente para tomar uma decisão. Nesse caso, o conteúdo adicional do blog, canal do YouTube, funciona bem. Depois de estudar a página, muitas perguntas permanecem na cabeça do usuário, cujas respostas não podem ser levadas em conta no mesmo texto.

Que informações adicionais o usuário precisa para tomar uma decisão? Publique links para materiais temáticos úteis, revisões, materiais que levam você ao próximo passo. Assim, você melhora a experiência do usuário (o visitante encontra respostas para todas as questões de interesse relacionadas) e os fatores comportamentais (profundidade da visualização, tempo no site, falha, cliques e interações com a página).

Escolha links temáticos relevantes – Na maioria das vezes, os usuários saem porque as páginas propostas são irrelevantes. Os tópicos dos artigos são próximos, mas de forma alguma correspondem à questão principal e à sua solução. Usuários online acessam sites para obter respostas específicas e selecionam apenas conteúdo altamente relevante. Os usuários apreciam sites que oferecem coleções temáticas de materiais com base nas opiniões e interesses dos usuários.

É impossível selecionar artigos temáticos que sejam 100% relevantes para os interesses “atuais” do visitante. Mas com base na página que o usuário está visualizando, você pode compilar um mapa dos interesses do seu usuário e selecionar links para as páginas do site que complementam tematicamente o artigo, fornecem uma solução diferente para o problema e sugerem opções.

Design correto do link – A cegueira das faixas é um fenômeno comprovado. O usuário inconscientemente pula os blocos coloridos de conteúdo e notícias, porque, como regra, este é um anúncio que não tem nada a ver com a essência da visita. Usuários online desenvolveram imunidade a mensagens publicitárias inúteis tremulando aqui e ali.

Tradicionalmente, o lado direito da tela é reservado para blocos de anúncios e informações menos relevantes. O usuário lê a página da direita para a esquerda. Portanto, informações mais importantes são postadas à esquerda e informações menos importantes à direita. Para atrair de alguma forma a atenção do usuário para o bloco certo, é usado um design brilhante e atraente. Quanto mais o bloco temático for semelhante à publicidade, menor a probabilidade de o usuário clicar nele, e favorecer a economia dos negócios.

Recomendações para otimizar a cesta no site

Como evitar recusas de uma compra depois que um usuário adicionou um item ao carrinho? Oferecemos as principais recomendações para otimizar sua cesta e fazer seu pedido.

Imagens do produto – Como regra, depois de adicionar um item à cesta, o ícone da própria cesta muda. Um indicador do número de itens adicionados aparece na cesta. Os especialistas em otimização de UX recomendam mostrar ao usuário quais produtos estão na cesta.

Para aprimorar o efeito dos negócios, é recomendável adicionar uma animação de imagens ou o botão “fazer pedido”. O fato é que uma pessoa reage instintivamente ao movimento. A animação atrairá a atenção e não permitirá que o usuário esqueça por que ele veio ao site. A imagem do produto deve corresponder claramente ao que o usuário adicionou à cesta. Isso facilita a visualização e a edição do conteúdo da cesta.

A qualidade das imagens na página do produto – O cartão do produto deve ter uma imagem de alta qualidade, isso não é discutido. Quanto menor a qualidade da imagem, maiores as dúvidas do usuário. Uma imagem de alta qualidade mostra ao usuário exatamente o que ele está comprando. Imagens de baixa qualidade implicam um risco adicional – retorno frequente de mercadorias devido à sua inconsistência com a imagem no site e às expectativas do usuário.

Recomenda-se também o uso da visualização 3D, para que o usuário possa visualizar o produto de todos os ângulos. Se não for possível implementar animação 3D, adicione algumas imagens mostrando o produto de todos os lados.

Resumo do pedido e notícias – O usuário deve ver claramente quantos produtos foram adicionados à cesta, em qual quantidade, por qual quantidade, bem como o valor total do pedido antes de prosseguir para fazer o pedido. Já é importante, nesta fase, indicar o custo da entrega na região, alertar o usuário sobre o valor mínimo do pedido (se houver um instalado no site).

Também é importante aplicar imediatamente todos os descontos e promoções, se a condição for atendida. 59% dos usuários dizem que estão procurando informações resumidas sobre um pedido antes de fazer o pedido, isso gera economia de tempo e dinheiro do comprador. O valor total que não atende às expectativas do usuário, a ausência dos produtos prometidos na lista se tornam um motivo frequente de rejeição de produtos na cesta.